XD Classificados Facebook Twitter

Esportes

imagem

Personal Academy

Personal Academy.

imagem

Estamparte

imagem

Restaurante & Pizzaria Disk Pizza Mantiquira

A melhor Pizza de Xerém.

imagem

Academia Anatomia

Academia Anatomia.


Esportes

foto

Foto: Anderson Lima (Futrio)

Duque de Caxias e mais clubes podem ficar fora das Séries B1 e B2 por causa de dívidas

Equipes resolvem pendências ou serão rebaixadas


As Séries B1 e B2 do Campeonato Carioca poderão ter desfalques importantes dentro de campo, antes mesmo de começarem. Seis clubes estão ameaçados de não disputarem as competições e correm risco de serem rebaixados administrativamente por causa de dívidas junto à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (FFERJ). Duque de Caxias e Itaboraí (na segunda divisão), além de Mesquita, Nova Cidade, Futuro Bem Próximo e Queimados (na terceira) não foram incluídos nos editais de convocação para o Arbitral que define a tabela dos dois campeonatos, marcado para a próxima segunda-feira (19).

Os clubes tiveram até última sexta-feira para resolver as pendências, sob pena de caírem de divisão para 2019 sem nem entrarem em campo na atual temporada. O FutRio.net apurou que as dívidas junto à FFERJ foram preponderantes para que as seis equipes estejam ameaçadas. Se conseguirem recuperar sua situação até esta sexta, elas voltam a ter o direito de estar na tabela e têm sua participação, pelo menos em princípio, confirmada no Estadual.

O edital de convocação da Série B1 convoca 16 clubes (America, Americano, Angra dos Reis, Artsul, Audax Rio, Barcelona, Barra da Tijuca, Bonsucesso, Carapebus, Friburguense, Gonçalense, Olaria, Sampaio Corrêa, Santa Cruz, São Gonçalo EC, Serra Macaense, Serrano e Tigres) de um universo de 18 elegíveis para o campeonato. Na Terceirona, o "corte" é maior, com apenas 11 dos 15 times sendo convocados (7 de Abril, Araruama, Barra Mansa, Bela Vista, Campos, Casimiro de Abreu, Juventus, Maricá, Pérolas Negras, Rio São Paulo e São Cristóvão).

Se as equipes ameaçadas realmente não tiverem condições de arcar com suas dívidas, o rebaixamento delas será administrativo, ou seja, não altera em nada os critérios de acesso e descenso dentro de campo: seguirão sendo três rebaixados na Série B1 e dois na Série B2, mesmo que haja menos times disputando a competição. Os times que caírem só podem voltar a campo nas novas divisões no ano que vem.

Fonte: Redação Futrio

17 de Março de 2018

09:43:39

compartilhe

Contador: 000058

imagem

Dual Beauty Salão De Beleza Estética & Spa

Dual Beauty.

imagem

Moreira Tattoo

imagem

Tallis Toldos

Toldos e Coberturas.

imagem

Irã Rodrigues Forro Em Pvc

Deixe sua casa.